Porque é que não perco peso se estou a cumprir bem o plano?

Porque é que não perco peso se estou a cumprir bem o plano?

O processo de perda de peso pode falhar por dois motivos:
1. O metabolismo ser muito lento que faz com que, mesmo que comamos pouco, tenhamos muita dificuldade em perder peso. Esta situação é rara, mas quando acontece, o plano tem de ser adaptado.
2. O plano não ser cumprido na íntegra. Este é um dos motivos principais e há dois casos bastante comuns. Um deles é quando cumprimos o plano a 100% durante a semana, mas durante o fim-de-semana fazemos várias alterações na alimentação que nos fazem exceder as calorias semanais necessárias. O outro caso é ainda mais comum, e ocorre quando cumprimos o plano durante o dia, mas à noite, descontraímos e fazemos alguns excessos que, somando às calorias ingeridas no resto do dia, ultrapassa também as nossas necessidades.

Para identificar qual o fator que está a impedir que perca o peso desejado, é importante fazer um registo diário de tudo o que está a comer e ser honesto com o seu médico ou nutricionista.

Tenha um fantástico fim-de-semana e não altere muito a sua alimentação.

Quanto tempo é que vou demorar a perder o peso que preciso?

Quanto tempo é que vou demorar a perder o peso que preciso?

Infelizmente, a resposta não é tão simples e direta como uma equação matemática entre as calorias consumidas e as calorias gastas. A verdade é que depende de múltiplos fatores.
Se seguirmos o plano alimentar sugerido e se praticarmos exercício físico de forma adequada e regular, conseguiremos facilmente atingir o peso pretendido. Se, por outro lado, tivermos fatores de stress ou alguma alteração do sistema nervoso, o processo de emagrecimento será mais lento e dificultado. Alguns tipos de medicamentos e hábitos de sono não reparadores também poderão afetar a diminuição do peso.

Desta forma, é essencial que se sinta confortável com o seu médico e/ou nutricionista para partilhar todos estes fatores e obstáculos, para que lhe consiga transmitir tudo o que sente e para que se sinta compreendido e acompanhado neste processo, de modo a que a perda de peso seja satisfatória.

Tenha um fantástico fim-de-semana!

Aumentar o metabolismo para perder peso

Aumentar o metabolismo para perder peso

Aumentar o metabolismo para perder peso

Será que é possível aumentar o metabolismo ou já nascemos com um valor fixo, inalterável?

É verdade que, geneticamente, estamos parcialmente condicionados, no entanto, é simples aumentar o metabolismo seguirmos algumas estratégias:
– Fazer exercício físico: 30 a 60 minutos diários de exercício cardiovascular e 15 a 25 de musculação. Desta forma, aumentaremos a massa muscular que contribui para o aumento do metabolismo.
– Ter uma vida mais ativa, para além do exercício físico mencionado anteriormente. Estacione mais longe, opte pelas escadas e não pelo elevador, e levante-se de hora a hora mesmo que só por um minuto.
– Valorizar o consumo de proteínas: a proteína é um macronutriente essencial para a contração muscular e para o desenvolvimento de massa muscular, mais uma vez, fundamental para aumentar o metabolismo.
– Garantir 7 a 8 horas de sono profundo: durante este período será produzida hormona de crescimento, essencial para aumentar o metabolismo.

Como vê, estas são estratégias simples de implementar, logo, tenha uma vida mais ativa e terá um metabolismo mais acelerado o que a/o ajudará, com certeza, a perder peso.

Tenha um fantástico fim-de-semana!

A dieta de janeiro

A Dieta de Janeiro

E o mês de janeiro chegou!
Agora é altura de limpar o organismo dos excessos cometidos. É simples:
– Ao pequeno-almoço coma fruta de época e leite/iogurte magro;
– A meio da manhã opte por gelatinas 10Kcal;
– Ao almoço, consuma carnes brancas ou peixes magros, acompanhando com salada. Evitar carnes vermelhas e peixes gordos é fundamental num processo inicial para potenciar a limpeza do organismo.
– O lanche pode também ser composto por fruta e ou gelatinas.
– O jantar, essencialmente, deve ser suave. Uma sopa ou uma salada sao as opções ideais.

Se seguir esta estratégia, verá que, em relativamente pouco tempo, se sentirá melhor com o seu peso e com mais energia.

Sem dúvida que a sobrecarga de comida provoca uma sensação de cansaço extremo e dificulta significativamente o processo de detoxificação natural do nosso corpo. Sendo assim, não pense mais, comece o quanto antes a melhorar a sua alimentação.

Tenha um fantástico fim-de-semana e feliz ano novo!

Mês de dezembro e comidas!

Mês de dezembro e comidas!

O último mês do ano é, para a maioria das pessoas, sinónimo de Natal e, por sua vez, Natal é sinónimo de comer, comer fora, comer coisas diferentes e, por vezes, até de comer coisas que não nos chamam à atenção no resto do ano. No fundo, faz parte da tradição!

Não deixe de estar com amigos ou família. O problema nunca será a semana do Natal, mas sim as semanas do resto do ano.

Não se esqueça de tomar as cápsulas, principalmente nos dias em que sabe que vai comer em maior quantidade. Desta forma, sentir-se-á saciado/a mais rapidamente e durante mais tempo, reduzindo bastante o consumo energético.

Não faça refeições diferentes das dos outros. Isso fará com que se sinta mal, que sinta que falta algo e, pode até, provocar algum nível de compulsão alimentar posteriormente.

Aproveite estes dias de maior diversidade alimentar para ganhar energia para, depois do período de festas, voltar com força à sua rotina e aos hábitos saudáveis!

Não descore o exercício físico, pelo contrário! Tente compensar estes dias fora da rotina com um maior gasto calórico.

Nunca se esqueça de desfrutar a vida e esta época natalícia.

Tenha um fantástico fim-de-semana!

Importância do sistema digestivo no emagrecimento e na felicidade

Importância do sistema digestivo no emagrecimento e na felicidade

É verdade! Tem se vindo a relacionar a vontade de ingerir açúcar, a depressão, sintomas de tristeza e/ou falta de força com problemas digestivos.
Posteriormente, com a necessidade de se aprofundar esta relação, chegou-se à conclusão de que 90% da serotonina (um neurotransmissor relacionado com a felicidade, bem-estar e até com a tendência de não comer doces) é produzida no intestino.
Isto significa que, uma alimentação adequada irá promover uma maior saúde do mesmo e, consequentemente de todo o organismo. Ter um intestino saudável, com os seus pré e probióticos, confere uma maior capacidade de produzir serotonina, aumentando os níveis da mesma e, desta forma, teremos menos fome, sentir-nos-emos mais felizes e os sistemas hormonal e imunológico funcionarão melhor.

Cuide da sua alimentação e estará a cuidar de si!

Tenha um fantástico fim-de-semana!